(Imagem:Reprodução)

Na tarde desta quinta-feira, 24, o ex-presidente da Câmara de Patrocínio e candidato a vereador, Cássio Remis (PSDB), de 37 anos, foi morto a tiros após fazer uma transmissão ao vivo nas redes sociais. O principal suspeito do crime foi identificado como Jorge Marra, que é irmão do atual prefeito do município e Secretário de Obras.

O crime aconteceu após a vítima fazer uma live para mostrar uma obra que funcionários da prefeitura faziam na Avenida João Alves do Nascimento, próximo a prefeitura. Ele afirmou que o serviço estava sendo usado de modo particular em um imóvel que seria o comitê de campanha do atual prefeito. Nas imagens é possível ver Jorge saindo de um carro, Cássio avisa no vídeo que o secretário foi até o local para agredi-lo. O suspeito pega o celular da mão do candidato a vereador e a live é encerrada.

https://www.facebook.com/cassioremis/videos/353582525790477/?__cft__[0]=AZVUwzulNxZEzOWij6czDv_Cnoq7MUZbmLJRpQdPT8Cioni-a9s_RAVmG2RkczvnHp222h8P68yaPOV6vHULRzoVWxo_SO2eWybD5O6MXttUaoHbQS9CA3YgpKS_KvalDyHg5NFOxmHRDvaf_ikgSx97n_FyDZ9lh5p4s6-QaDMFTSE-hInyOWwwnaK2vNV9LV0oJDX3bGOogJ8KTRrRlcMf&__tn__=%2CO%2CP-R

Imagens das câmeras de segurança segundos antes do crime (Imagem: Reprodução)

De acordo com a apuração da Polícia Militar (PM), Jorge teria voltado para o carro em posse do celular da vítima e seguido para o Secretaria de Obras. A vítima foi atrás para tentar pegar o aparelho de volta. Na porta do prédio, os dois discutiram, momento em que o suspeito pegou um revólver. Cássio tentou fugir, mas foi baleado por pelo menos cinco tiros.

Após o crime, o secretário entrou em uma caminhonete e fugiu. Ele está sendo procurado pela polícia.

O crime está sendo investigado.

Prefeitura de Patrocínio

O prefeito da cidade, Deiró Moreira Marra, afirmou que dará andamento à exoneração do secretário nesta sexta-feira, 25, e que não tem relação com a discussão entre o suspeito e a vítima. “Quero inicialmente dizer que nós estamos, de forma muito consternada, com tudo que aconteceu, com dor e com muito pesar que a gente recebe isso. lamentamos tudo que aconteceu e essa sequência de fatos absolutamente injustificáveis, que culminaram na morte do vereador Cássio Remis por disparo de arma de fogo, infelizmente pelas mãos do meu irmão, Jorge Marra. Esperamos que todos os fatos sejam elucidados e apurados de forma transparente pelas polícias, com a mais absoluta isenção de tudo isso”, esclareceu.

Deiró disse ainda em entrevista que nunca usaria violência para resolver divergências políticas e afirmou que não sabe qual foi a motivação do crime.

Câmara Municipal de Patrocínio

Cássio foi eleito pela primeira vez em 2008 e seguiu sendo reeleito por mais dois mandados. Entre 2013 e 2014 chegou a ser presidente da Câmara. A Câmara Municipal do município divulgou uma nota de pesar sobre o ocorrido. Confira na íntegra:

“É com pesar que a Câmara Municipal de Patrocínio, vem em nome de todos os Vereadores e funcionários da Casa se solidarizar com os familiares e amigos pelo falecimento de Cássio Remis Santos. Cássio exerceu o cargo de Vereador de Patrocínio por dois mandatos, sendo Presidente da Casa de Leis nos anos de 2013 e 2014. Pedimos a Deus que conforte o coração dos familiares e amigos neste momento de dor.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.